É Batata!

A expressão “ser batata” significa não falhar, não deixar de ocorrer. Nos contos de Nelson Rodrigues poderia indicar a capitulação de uma pequena difícil, a suspeita de uma traição de longa data, um palpite para o jogo do bicho, ou a parte final de algum aforismo de botequim.

Lembrei-me dessa frase durante a mudança – aqui pouparei o Leitor e a Leitora dos detalhes enfadonhos. Descobri,  no sábado, que passaria o feriado sem gás encanado, portanto sem poder instalar o fogão e sem banho quente. Minha Dadivosa em chamas, doida para bater um bolinho, já começava a dar sinais de abstinência. Saladas, carpaccios, sanduíches e outras coisas práticas não deram conta nem de uma fração ínfima de meus ímpetos de cozinhar.

Fazer bolinho no microondas também estava fora de cogitação, pois as formas de silicone que lá dentro podem ser usadas estavam naquela caixa imensa sobre a qual o carregador singelamente escreveu “tapoé”.

Tampouco me apetecia fazer algo elaborado ou que exigisse muitos ingredientes, dada a circunstancial frugalidade da despensa e a canseira monstra em que me encontrava. É batata!, pensei.

E batata foi, meus queridos!

Batatas Assadas de Microondas

Ingredientes: (para dois)

  • 2 batatas lavadas bem grandes
  • papel toalha
  • azeite o quanto baste
  • queijo cottage o quanto baste (usei uns 400 g)
  • cebolinha verde fininha (ciboulette)
  • sal e pimenta-do-reino a gosto

Como fazer

  1. Lave e seque as batatas. Faça furos por toda a superfíciecom a ponta do garfo.
  2. Dobre dois pedaços de papel toalha (ou guardanapo de papel) em quatro e posicione-os em lados opostos no prato do microondas. Deite ali suas batatas.
  3. Ligue o aparelho por dois minutos em potência alta. Com uma luva, faça uma rotação nas batatas, de forma que o lado que estava virado para o centro do prato fique para o lado de fora. Ligue-o por mais dois minutos.
  4. Novamente com a luva, vire as batatas para que a parte de baixo fique para cima. Mais dois minutos de cozimento.
  5. Espete as batatas com o garfo. Se não estiverem macias (as minhas não estavam), vá testando de dois em dois minutinhos (sempre virando nos intervalos). Confesso que trapaceei nessa parte e mandei três minutos de uma vez. Funcionou.
  6. Faça um corte em formato de cruz e abra um pouco as batatas. Cuidado com o vapor! Polvilhe sal e pimenta, regue com azeite, amasse um pouco o miolo com o garfo, coloque o queijo, a cebolinha e sirva.

As batatas assadas no microondas, que a partir de hoje chamarei simplesmente de Nelson Rodrigues, não falham. Ficam tão gostosas quanto as de forno e cozinham em bem menos tempo.

O recheio pode variar de acordo com a criatividade, o bolso, a disposição, o tempo e o apetite do cozinheiro. Para um melhor resultado, adicione uma boa dose de vida como ela é.



16 comentários em “É Batata!

  1. Eliana Scaramal

    Dadivosa eu também quando me mudei pra São Paulo fiquei uns dias sem gás encanado, e ainda com o querubim pra alimentar. hehehe Não gosto nem de lembrar. Mas você se saiu super bem, pois tenho certeza que essas batatas ficaram perfeitas!

    Responder
  2. Lídia

    Dadivosa,há muito tempo atrás,li em algum lugar que não consigo me lembrar onde é,a sua receita de yogurt,que tô doida pra fazer tb.
    Já revirei seu site todo,e não acho.
    Será que vc poderia me passar a rceita?Lembro que vc disse que no final,quem quiser,pode acrescentar leite em pó desnatado.Tô certa?
    Fico aqui aguardando.
    Brigadíssima desde já.
    Beijinhos.
    Lídi@

    Responder
  3. Silvia Arruda

    Dadi,
    Quando mudei para meu apartamento fiquei duas semanas sem gás encanado e lá no condomínio, é proibido usar botijão de gás. A solução era recorrer ao velho e bom microondas e apelar para as comidas congeladas. Também fui atrás de receitas de microondas (as melhores achei no Cyber Cook). Esta batata já fazia parecida na casa do meu pai, qdo era solteira, e queria uma refeição gostosa e rápida. Acredita que nos tempos de seca de comida no fogão eu nem lembrei desta batata assada de microondas? hahaha
    Bjos e ótimo retorno!

    Responder
  4. Lídia

    Ei Dadi,
    Brigadinha,minha querida,pela receita do yogurt caseiro.
    Acho que daqui pra frente,será muito difícil eu comprar os industrializados,pq nada melhor que a gente mesma fazer as nossas próprias coisas,né mesmo?
    Desculpe a santa “inguinorância”,mas o próximo terá que ser feito da mesma maneira,utilizando,novamente a mesma receita,isto é,outro copinho de yogurt de supermercado,ou um outro detalhe?
    Vc sabe como são os marinheiros de primeira viagem…rsrsrs
    Olha só,minha linda.Acabou que a nossa amiga LETÍCIA ficou sem a receitinha do suflê de queijo que ela te pediu…Percebeu o engano?
    Beijinhos procê.Inté.
    Lídi@

    Responder
  5. Deise Lima

    Amei a simplicidade da receita, a inclusão do micro-ondas e principalmente o nome!!
    Minha dadivosa esteve adormecida por muitos e muitos anos, e começa a dar sinais de querer despertar… mas tá despertando bem aos pouquinhos, e por enquanto ainda está bem preguiçosa, adora um micro-ondas!!!
    E é batata!!! Essa receita vai entrar no meu caderninho 🙂
    Beijos!

    Responder
  6. marta

    dadi, faço muuuita batata no micro, principalmente no inverno!! meninas, pena que a sra batata é super engordativa!!!! mas nada é perfeito neste mundo!!! rsrsrsr..fiquemos com nossa batata mas de olho na balança! beijocas gerais!!!!

    Responder
  7. Myla

    Hmmm, no meu microondas tem uma opção de sensor que ele verifica o alimento e cozinha automaticamente, e a primeira opção de alimento é a querida batata!
    Gosto de cozinhá-la assim, e depois corto em cruz, coloco manteiga com salsinha e uma boa dose de requeijão, uma delícia!

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.




Arquivos

Post aleatório

A novidade é que…

Newsletter

Assine para receber no seu e-mail