Geléia Caseira de Cereja (ou do que você quiser!)

Vó Nair era exímia fazedora de doces e geléias, que chamava de chimia. Minha preferida era a de banana, que ficava pedaçuda e clarinha, pois a vó não deixava o açúcar queimar.

Um pacotinho de cerejas frescas que maturava na geladeira foi o empurrão para me lançar o desafio de produzir minha primeira geléia num período de raríssimos momentos de abandono ao pé do fogão.

O Leitor e a Leitora podem substituir a cereja por outra fruta vermelha com segurança. Creio que a receita também se preste para maracujá, kiwi, damasco…

Ingredientes:

1 1/2 xícara de cerejas frescas sem caroço e picadas grosseiramente

1 1/2 xícara de açúcar comum

1/2 maçã pequena sem casca ralada (a maçã tem pectina e dá corpo ao doce)

sumo de 1/2 limão

Como fazer:

  1. Numa panelinha, leve todos os ingredientes juntos ao fogo baixo, tomando muito cuidado para não deixar ferver vigorosamente. Essa (e suspeito que outras) geléia parece adquirir vontade própria em altas temperaturas e se lança com vigor em saltos ornamentais para fora da panela, espalhando-se pelo fogão e arredores.
  2. Em fogo muito baixo, então, deixe a geléia tomar corpo. Com a ajuda de uma colher molhada em água fria, recolha e descarte a espuminha que se forma na superfície.
  3. O ponto da geléia, Leitor e Leitora queridos, não sei ao certo precisar. Deveria ter deixado menos tempo, talvez, pois ao levar o doce à geladeira notei que ficou com a consistência mais firme do que pretendia. Será mesmo necessário experimentar para adequar a textura ao gosto de cada um.
  4. Após arrefecer, guarde na geladeira em pote fechado. Ficou deliciosa no pão e também misturada ao iogurte natural.

Há uma foto da façanha, mas optei por publicar logo a receita e dar uma sinal de vida. A todos os que passaram por aqui e deixaram recadinhos, um beijo grade e saudoso!

;***



47 comentários em “Geléia Caseira de Cereja (ou do que você quiser!)

  1. Vicki

    Gatinha, finalmente! Espero que esteja tudo bem, viu? Pão com chimia é minha infância. Momento cultural: chimia vem do schmier, alemão para geléia ou doce de frutas. Mas acho que tu sabe disso, né? Até deve conhecer o Käschmier (que eu nunca gostei), que é tipo uma ricota para se passar no pão. Um beijo

    Responder
  2. Vicki

    Aliás, uma época em que minha mãe morou no interior de SP teve um problema com essa nomenclatura (chimia): ela fez a lista do super para a moça que trabalhava com ela e a moça não encontrou tal item e ninguém no super sabia o que era… ahahahhaa!

    Responder
  3. Ana Paula

    Momento cultural 2: curiosa que sou, fui procurar a tal “chimia” no dicionário, pois nunca tinha ouvido falar. E a tal não aparece no Houaiss, e sim “chimíer” ou “chimiê”, que constam como regionalismo do Rio Grande do Sul e, ainda segundo o dicionário, derivam do alemão Schimiere, que significa “untura, lubrificante, graxa”. ; )

    Responder
  4. Fafah

    Oi Dadi, que bom que vc voltou!!! olha, adoro geleia de cerejas mas por aqui é difícil de encontrar, apenas no Natal. vou entáo esperar viu? beijinhos Fah.

    Responder
  5. Silvia Arruda

    Geléia caseira é muito mais gostosa!! A D. Mercedes, que trabalha com meu pai há anos, faz uma de morango que é uma perdição! Esta de cereja deve ser deliciosa!! Que bom que voltou!!! :)

    Responder
  6. Malu

    Oba, já não era sem tempo, né menina! :)
    Ah, chimia, adoro com pão bem quentinho.
    De uva, goiaba (a mãe da Sharon faz uma que uma “dilícia”), abacaxi…..
    De kiwi?!?! Nunca provei mas quem sabe agora eu experiemente fazê-la eu mesma, (ui ;))
    Amei por demais, e que foto bemlinda , deu até água na boca, rsrsrs.
    Beijos, minha querida!

    Responder
  7. sonia

    Oi,lindinha…
    Quanto tempo heim dona Dadivosa?
    Precisamos marcar novamente um encontro para o final do ano,o que vc acha?
    Um grande beijo no seu coração com saudades…
    Sonia Novaes

    Responder
  8. Cris

    Ai, eu adoro geléias caseiras!!! Minha mãe sempre fez geléias de jaboticabas, laranjas e umas uvinhas pretas, bem pequenas, que não sei o nome. Agora, geléia de cereja (minha fruta predileta) deve ser divina!!!

    Beijos

    Responder
  9. Lúcia

    Nooossa! A foto está demais! Além disso, nestes tempos de “fast food” e aditivos químicos em profusão, nunca é demais lembrar que somos o que comemos, e esta geléia caseira do tempo de nossas avós só pode ser uma verdadeira dádiva. Parabéns! Bjs….

    Responder
  10. Karlinha

    Já que já tem uma Karla aqui, viro “Karlinha”! :-)

    ADOREI!!! Fiz a receita com MORANGO e ficou ESPETACULAR! Posso falar assim, já que a receita não foi minha, rsrs…o morango é uma fruta tão rica que dá naturalmente uma cor, cheiro e sabor maravilhosos. Dei um toque especial: do meio pro fim do cozimento, joguei um pauzinho de canela dentro…aí sim, modéstia à parte: a combinação ficou jóia! ;-) Quanto ao ponto, tenho impressão de que passei uma meia hora mexendo no fogo baixo, depois perdi a paciência e passei uns 5 minutos no médio…

    Não entendi esse lance da espuminha não…fez uma espuminha tão normal de fervura no meu, que eu nem tive coragem de descartar! Eu resumiria em “mexer, mexer, até ficar com cara de calda grossa”. Depois que foi pra geladeira, a textura ficou no ponto!

    Beijão!

    Responder
  11. leylane

    Amo geléia. Esta de cereja com maça deve ser divina!
    É de dar água na boca. Vou fazer.

    Um ótimo dia para você e a todos de sua família.

    beijocas!!

    Responder
  12. RECEITA D GELEIA

    ADOREI ENCONTRAR RECEITA DE GELEIAS. GOSTARIA QUE ME ENVIASSE E-MAIL ENSINANDO-ME COMO DEVO FAZER PARA QUE CONSERVE POR MAIS TEMPO, TENHO 71 ANOS , NUNCA FUI DE COSINHAR, MAS, AGORA RESOLVI FAZER PARA OCUPAR MEU TEMPO E QUERO COMERCIALIZAR.CERTA DE SER ATENDIDA, FIRMO-ME MUITO AGRADECIDA.

    Responder
  13. Claudio Fortes

    Atenção Senhoras e Senhoritas:
    Por favor, não confundam Schimier (Chimia) com Geléia…
    A diferença do produto é gritante. Conforme o nome já diz (Schimier), quer dizer pasta (entre outros), ou seja: é a pasta da fruta, bem mais consistente, ao contrário da geléia, meia aguada, sem solidez nenhuma. Sou gaúcho, (moro em S.Paulo há mais de 30 anos) descendente de alemão e minha avó paterna fazia uma Chimia (nome abrasileirado) de qualquer fruta que era uma beleza, mas tinha uma de batata doce que vou lhe contar….
    Gostei muito do Site de Vcs, se quizerem colocarei um link no meu Jornal.

    Abcs.

    Claudio Fortes
    Diretor Geral do
    Jornal Brasileiro de Cultura

    Responder
  14. Magda Claudia Campelo Barros

    Está é a primeira vez que acesso este site e amei a receita de cereja com maçã,e como sou gaúcha já tinha ouvido falara no termo chimia para géleia,gostaria de saber se você envia receita pelo email,gostaria muito de ter a de morango,uva e pêssego,.Desde já fico agradecida se puderem enviar abraços e continue com essas receitas deliciosas e simples.bjs

    Responder
  15. Jorge

    Olá! Sou do Mato Grosso do Sul. Conheci um amigo cuja família toda era oriunda do Rio Grande do Sul. Fui passar a páscoa na casa deles certa vez.
    Lá tive a deliciosa descoberta da chimia de goiaba. Percebi que era bem diferente do nosso tradicional doce de goiaba, pois era mais leve e menos enjuativo. Me presentearam com um pote que saboriei bem lentamente para durar mais.Meu amigo mudou-se de cidade e perdemos contato e já se foram 16 anos de saudade do amigo e da tal chimia. Agora que tenho uma receita farei a minha própria chimia de goiaba. Preparei a massa só do miolo da goiaba. Por si só já tem uma textura diferente. Muito Obrigado DADIVOSA. Se tiver a receita de vinagre caseiro de parreira manda ai ok.

    Responder
  16. Luiz Eugenio

    Somente para constar, na região de Blumenau, Gaspar, Pomerode, Jaraguá do Sul…, enfim, em Sta. catarina, Schimia é qualquer coisa que se pode passar no pão, não necessariamente coisas doces.
    Existe uma linguiça conhecida como linguiça de schimia, que é só tirar a pele e passar no pão. Uma delícia.
    Em SP só conheço um lugar onde encontrar esta linguiça: na feira do Pacaembú, na barraca de Dirce.

    Oi Luiz
    Não sabia que ela se chamava linguiça de schimia, obrigada pela dica! Bom ano novo pra você ;***

    Responder
  17. mayra campos

    olá,muito obrigada por compartilhar essas receitas,estou começando a produzir geléias caseiras pra vender,gostaria de saber se podem me informar como conservar e aonde posso encontrar potes de vidros que lembrem geléias de vó,caseiras e rótulos legais também,aguardo o contato,muito obrigada Mayra campos

    Responder
  18. Regina Mello

    Que jeito gostoso de passar receita menina. Amei e já estou no embalo das receitas e aprender um pouco mais sobre as palavras em alemão foi ótimo, amei.

    Responder
  19. silvana

    Estava procurando receitas de chimia de cereja e me deparei com essa.Amei a maneira poetica de como prepará-la,muito lindo o teu texto.Certamente vou fazê-la.

    Responder
  20. Alexandre

    Deliciosa, saborosa, cheirosa. Tudo de bom, como foi a minha primeira vez, ficou um pouquinho dura.
    Procurando achei essa dica, que vai fica para próxima.

    Forte abraço para todo(a)s

    Alex. COMO VERIFICAR O PONTO DE GELÉIA

    1º- Coloque algumas gotas de geléia num pires e deixe esfriar
    2º- Quando fria, com a ajuda dos dedos tente ver se forma fio. Se formar está no ponto.
    3º- Guarde em vidros esterelizados.

    Read more: Geléia de Laranja https://iserv.com.br/culinaria/Geleia_de_Laranja_608.asp#ixzz1gugNZY1y

    Responder
  21. Arabela Adams

    Dadivosa você salvou as cerejas que recebi de uma amiga. A géleia ficou maravilhosa, coloquei menos açúcar, para sentir mais o gosto da fruta.
    Quanto a “chimia”: sou do RS e schmier (é assim que se escreve) significa untar, esfregar em algo. Os imigrantes alemães que aqui aportaram,trouxeram consigo dialetos e regionalismos do idioma. Quando morei em SP tive várias dificuldades em encontrar algumas coisas, pois no sul só se conhecia os artigos pelos regionalismos alemães, o que hoje não mais ocorre.
    A palavra em alemão para geléia é ” Gelee”.

    Responder
  22. NOEME SOUSA DE MOURA

    APÓS AS FESTAS NATALINAS TEM MUITA CEREJA PARA VENDER NA FEIRA, ABAIXO DO PREÇO NORMAL. HOJE MEU FILHO COMPROU 10 PACOTES QUE ESTAVAM BEM BARATOS E EU VOU APROVEITAR PARA FAZER ESSA GELÉIA COM UMA PARTE DELES. ESPERO QUE FIQUE TÃO BOM QUANTO O SEU, DADIVOSA. OBRIGADA PELAS DICAS DA SUA RECEITA. JÁ ESTOU SENTIDNO O GOSTINHO DA MINHA GELÉIA NO PÃO.

    Responder
  23. MARIA HELENA DA SILVEIRA SOUZA

    eu adorei pois estava trás desta receita, porque tenho um pé desta árvore em casa. estopu com vontade de fazer para meus netos.

    Responder
  24. Katia Goncalves

    Schmier em alemão significa untar, lubrificar e Geléia em alemão é Konfitüre ou Marmelade e se for aquela geléia sem pedaços da fruta que parece gelatina chama Gelee.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.




Arquivos

Post aleatório

Novembro é mês de…

Newsletter

Assine para receber no seu e-mail