Como fazer coalhada seca

A pedidos, aqui vai a foto do saco de fazer labane, devidamente envolto em plástico para evitar a aterrissagem de insetos e a pingaceira na pia 😀

Fiquei bastante na dúvida com relação a essas fotos meio desmaiadas e feinhas, mas acho que podem ser bem “didáticas” em sua simplicidade e falta de contraste (afinal o saco é branco, o iogurte é meio branco…).

Para quem quiser acompanhar o processo ilustrado de feitura da coalhada seca, deixei tudo explicadinho no meu álbum de fotos.

Clique aqui para ver o passo a passo do labane

;***



18 comentários em “Como fazer coalhada seca

  1. Ana

    Oi Dadivosa!!
    Muito legal vc colocar as fotos do passo a passo, q alias ficaram otimas! P/ aqueles q nao conhecem a iguaria, acho q da p/ ter uma ideia boa de como fazer o labane.
    Adorei aprender o nome labane! Pois eu faco isso sempre mas nao sabia q chamava-se assim. Aqui eu chamo de “greek yogurt” (iogurte grego), e geralmente como adocado e junto com frutas. Agora preciso “temperar” o meu labane p/ ficar igual ao seu!!
    Ana

    Responder
  2. miki

    :-o! q legal, dadivosa! ainda preciso providenciar o meu!
    mas muito bom o seu passo-a-passo, assim, não tem erro ;-).
    e grata por ter me avisado!
    um ótimo fds pra vc! bjs,
    miki

    Responder
  3. Daniela

    Dadi, amei as fotos ficaram excelentes e explicativas.
    Tenho duas dúvidas será que com iogurte industrializado ficará tão bom e depois vc só lava o saco com água?

    Beijos.

    Responder
  4. Márcia

    Dadi,
    pra variar, eu nunca comi o labane…
    hehehehehehe
    Mas pra quem come, gosta e quer aprender, seu passo a passo tá 10.
    Semana que vem vai estar todo mundo comendo labane, hein?
    Beijos e um ótimo fim de semana pra vc!

    Responder
  5. Lígia

    Mas esse blog-delícia não poderia ter outro nome mais saboroso! Cheguei aqui pelo Chucrute com Salsicha e já estou viciada, lendo tudo e vendo todas as fotos!!!!
    Beijos!

    Responder
  6. Dadivosa

    Patrícia, se você não tiver o saco, pode substituir por uma peneira coberta com pano de prato.

    Daniela, eu nunca fiz com iogurte industrializado, mas sei que alguns contêm amido e otras cositas que impedem a separação do soro. Não sei se alguma das leitoras já fez labane usando somente iogurte pronto, mas não é recomendável. Se você quiser fazer seu próprio iogurte, tem uma receita aqui: https://www.dadivosa.org/?p=85
    E se tiver alguma dúvida, pode perguntar, tá?

    Marcinha, não entendi o “só pra variar”.Labane não é uma comida universal, não. Aqui em Sampa é bem comum por causa das comunidades árabe, libanesa e judaica, mas acho que no resto do Brasil não deve ser tão comum assim. Seria engraçado ver os blogs das amigas cheinhos de receitas com labane, né? hihihi

    Lígia, seja muito bem-vinda! Também sou fã do Chucrute com Salsicha 😀

    Akemi, ontem eu comi com torradinhas feitas com pão-folha… booom!

    ;***

    Responder
  7. Tatu

    Lembrei de você ontem!
    Estava eu ralando queijo no microplane quando perdi um naco gigantesco de unha! Quase vai o dedo junto! Tive que cortar as unhas da mão inteira para ficar tudo proporcional de novo… Essa vida de cozinha. tsk tsk.
    Um Beijo!
    Tatu

    Responder
  8. Márcia

    kkkkkkkkkkkkkk
    Dadi, o pra variar não é em relação a sder uma comida não tão comum, é que como sou frescurenta até o talo, tem milhares de comida que nunca provei, e foi pq nunca quiz, mesmo.
    Então, vivo comentando lá no blog e nos das comadres de “nunca comi isso, nunca comi aquilo”…
    Mas vê a coincidência, fui almoçar num self service bacana aqui perto de casa, refinado e tudo, daqueles indicados pela Vej@, só que apenas qdo cheguei lá é que vi q sábado é dia de comida árabe.
    E tinha um treco lá que parecia muito o seu labane, branquinho, pastoso e brilhante.
    Me arrisquei até a provar, mas achei meio, er…, sem gosto. Desculpaê.
    Mas com certeza o seu deve ser 10, pelo componente sentimental…
    Beijos!!!

    Responder
  9. Dadivosa

    uhahuauha
    Marcinha, agora entendi… você é o que costumo chamar de gastronomicamente ortodoxa 😀 (que não tem nada de ruim, tá? são só pessoas um pouco mais “frescurenta”, como vc diz…)
    Quanto ao gosto do labane, sim, ele é bem suave mesmo. Faz um contraponto bacana com outras iguarias árabes. Mas não é todo mundo que curte, não, fica tranquila ahahhaha
    Beijão e seu fuê (posso chamar assim?) tá um quiiiilo, fiiilha!
    ;***

    Responder
  10. Dadivosa

    Márcia, daqui a pouco vou aí te visitar no ‘fuê’ então 😀

    Akemi, o pão-folha é um pão árabe beeeeeeeemmmmm finininho, chato e redondo, que a gente come rasgando com a mão. Ele é grande, maior que um prato, e geralmente vendido dobrado. É usado também pra fazer wraps, aqueles sanduíches enrolados gostosinhos, sabe? Ajudei a ligar o nome à pessoa?

    Renata, as fotinhos ajudam a clarear as idéias, né?

    ;***

    Responder
  11. bruna

    Olá!
    Encontrei seu blog por acaso e tô amando tudo! Doida pra testar mil receitas. Achei esse post aqui procurando por greek yogurt e acho que é a mesma coisa desse labane, né? Como que se tempera ele? Ou dá pra comer sem tempero nenhum? Obrigada.

    Responder
  12. Pingback: Coalhada seca | Gastronomices

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.




Arquivos

Post aleatório

Rosbife Wolverine

Newsletter

Assine para receber no seu e-mail