Peixe Rápido com Leite de Coco e Grão de Bico

Peixe com Leite de Coco

Já vi gente se afogar com espinha de peixe. Embora não tenha eu mesma passado pela experiência, sei que o episódio é capaz de traumatizar. Dizem os antigos que nestas horas o líquido não ajuda, o certo é ter sempre por perto um bocado de pão, uma colheradona de arroz ou um punhado de farinha para ajudar a descer a lança que se prendeu na garganta.

É como o ardor da pimenta que, a contrário do que dizem os desenhos animados e o senso comum, não se aplaca com água nem cerveja. O líquido, neste caso, só faz espalhar a queimação por toda a boca. O iogurte neutraliza o tempero e restabelece um pouco a dignidade, mas na falta dele o incauto deve mesmo apelar é, novamente, para um naco e pão, um bocado de arroz, um tanto de farinha.

No intento de evitar que as lágrimas dos convivas sejam de pavor ou ardume e não de tanto rir, o jantar-urgente foi preparado com muito bem organizados filés de pescada branca, meticulosamente livres de espinhas e nadica de pimentas. O Leitor e a Leitora fiquem à vontade para adicionar outros temperos, na medida da malemolência e picância toleradas pelos integrantes de sua mesa. Tenho pra mim que uma pimenta dedo-de-moça saberia aqui muitíssimo bem, testarei em breve.

O peixe, por sua vez, também pode ser substituído (linguado, bacalhau fresco, robalo, o que sua vontade mandar), desde que muito asseado e sem surpresas, pois o colorido do prato não combinaria com o terror de presenciar o engasgo de um ente querido. Por via das dúvidas, seja ladino(a), cozinhe um arroz branco, deixe à vista uns pãezinhos e providencie um uma tigela com farinha 😉

A receita a seguir, que já teve outras versões não registradas tão saborosas quanto, desta vez ganhou mais sustância com a companhia do grão de bico já cozido (aqueles prontos, no vapor ou na latinha, também hão de funcionar).

Ingredientes: (para três)

  • 600 g de filé de pescada branca
  • 4 dentes de alho esmagados
  • 1 colher de sopa rasa de sal (ou a gosto)
  • sumo de dois limões
  • 1 colher de sopa de azeite
  • 2 xícaras de grão de bico cozido
  • 2 tomates grandes, bem maduros, em rodelas
  • 1 cebola roxa em rodelas finas
  • 1 pimentão amarelo em rodelas
  • 200 ml de leite de coco
  • 1 colher de sopa de azeite de dendê
  • salsinha fresca a gosto

Como fazer:

  1. Ligue o forno para preaquecer.
  2. Lave o peixe em água corrente e deixe escorrer. Numa vasilha ou prato, misture o alho, o sal e o sumo de limão. Deixe o peixe marinar nesse tempero enquanto prepara o passo 3.
  3. Unte com azeite o fundo de uma travessa que possa ir ao forno e faça uma caminha de grão de bico. Sobre ele, arrume fatias de um tomate, depois a cebola e metade do pimentão.
  4. Acomode os filés de peixe na travessa, preferencialmente numa só camada. Sobre o peixe, disponha o restante do pimentão e as rodelas do outro tomate. Vai sobrar um pouco do tempero do peixe, pode derramar por cima de tudo.
  5. Despeje o leite de coco na travessa, pingue o azeite de dendê e leve ao forno, coberto com papel alumínio, por uns 20 minutos. Meu forno não é muito parâmetro para nada, de modos que convém dar uma espiadinha antes para checar se já está bom. Sirva com a salsinha fresca picada (ou, se gostar, coentro).

www.tambem.com



8 comentários em “Peixe Rápido com Leite de Coco e Grão de Bico

  1. Andrea Nunes

    Olha só, eu já engasguei com um espinho e nem pão, nem arroz, nem mesmo a farnha deram conta. Eu já estava farta de tanta comida e nada fazia aquele espinho descer, acabei no hospital tendo que anestesiar a garganta e por sorte o médico era bom e conseguiu tirar o maledeto. Em alguns casos a coisa complica bem mais.
    A receita vai ser reproduzida, sem espinhos, claro. :o)

    Responder
  2. Frank Falmar

    Antes que nada, perdoem os erros ortograficos. Faz mas de 40 anos que eu nao falo nada, nadinha de nada de portugues. Engasgarse com uma espinha de peixe pode ser bem doloroso. Eu vivia em Maceió e uma vez enguli uma espinha que me deixou pensando si ela saia. Finalmente, com muita coragem, meti o dedo largo pela garganta pa baixo, encontrte a espinha y veio com a ponta do dedo, saliva y sangue. Boa experiencia, porque aprendi a comer peixe sem engasgarme. Agora mesmo estou procurando aceite de dende. Moro em Puerto Rico y aqui nao se consegue nada do Brasil. Intentei em Florida, resultado zero. Nao se como vou a substituirlo. E um sabor tao raro y ao bom que nada pode subsituirllo.
    Boa saude para todos. Me passo na internet procurando receitas tipicas do Brasil; Espero encontrar as receitas tipicas de Alagoas y da Bahia (Nao, nao sou bahiano, nem faco baianadas, jajajaj) soente uma piada. Adeus a todos voces boa gente de la Respondan por favo, muitas saudades…Frank

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.




Arquivos

Post aleatório

Comendo pelas Beiradas

Newsletter

Assine para receber no seu e-mail