Pas besoin de pomme-de-terre

“Oh, j’ai cassé un oeuf!” foi uma das primeiras frases que aprendi em francês, junto com a Marselhesa e “J’ai cassé le DO de ma clarinete / J’ai cassé le DO de ma clarinete/ Ah, si papa il save ça/ tralala…”

A frase do ovo quebrado, se a vista não me pisca, estava lá para ensinar os números, eram slides (coisa mais antiga) de uma visita à feira livre. Tinha também as pommes-de-terre, que na minha cabeça não eram batatas, e sim maçãs desesperadas, presas n’algum túnel junto com as minhocas. Não me recordo de como acabava a história do ovo quebrado, se o feirante ficaria bravo e cobraria pelo estrago, ou se abriria um sorriso e deixaria pra lá.

Mas lembro até hoje das primeiras frases da Leçon Six do livrinho Allons Enfants:

Voilà Jean-Louis, il dors.

Voilà Marie-Claude, elle dors aussi.

Maman entre dans la chambre.

Tinha sete anos e não sei até hoje o motivo da saída da professora Carmem Lúcia, só sei que a substituta começou tudo de novo, falando de pommes-de-terre, cantando le jour de gloire est arrivé… até chegar na lição do Jean-Louis e da Marie-Claude outra vez, já era dezembro. Também não lembro mais por quantos anos tive francês na escola, só sei que a partir de determinada série, pas de Jean-Louis, pas de Marie-Claude.

A musiquinha da clarinete, a historinha dos irmãos JL e MC  e até mesmo o alonzanfandelapatri parece que grudaram na minha cabeça pra sempre e resolveram sair sair pela boca enquanto eu preparava esse purê. Vai ver é porque fiquei pensando na versatilidade das maçãs que, tal como suas amigas batatas, topam (quase) qualquer parada.

A receita, facílima e deliciosa, vi no Goles & Nacos, site da brasileira Joana que está na Espanha. Fiquei tentada a encarar as costeletas, mas só as encontrei aos quilos, açougues estavam fechados, e com minha geladeira de brinquedo não dá pra bobear. Improvisei umas bistequinhas, só pra acompanhar. Conto agora como fiz:

Ingredientes (uma porção modesta):

  • 1 maçã Golden (serve qualquer uma grande e verde, mais para ácida)
  • gotinhas de limão siciliano, só para a maçã não pretejar
  • 1 colher de chá de manteiga
  • 1 colher de chá (rasa) de açúcar
  • 2 colheres de sopa de vinho branco
  • Pimenta-do-reino moída na hora para finalizar e sal se tiver vontade

Como fazer:

  1. Descasque e pique a maçã em cubos, salpique umas gotas de limão e reserve.
  2. Derreta a manteiga e refogue ali as maçãs. Quando estiverem transpirando, adicione o açúcar, remexa, junte o vinho, cubra a panela e deixe cozinhar em fogo bem baixinho. (o tempo não sei dizer, que esse me fogão ainda prega umas peças).
  3. Triture as maçãs (usei um mixer de mão, mas deve funcionar em processador, liquidificador e, se quiser um purê mais pedaçudo, no muque e garfo mesmo.
  4. Polvilhe um bocadinho de pimenta ao servir.

As bistequinhas, marinei como fez a Joana: com suco de uma laranja, mesma quantidade de vinho, sal, pimenta e ervas). Fiz na frigideira e, depois de dourar as bistequinhas e reservá-las na quentura, joguei o caldo da marinada para reduzir e formar um molho delicioso.

Ia cozinhar umas batatas, amigas de todas as horas, mas nem careceu, que a maçã se encarregou do serviço.  Pas besoin de pommes-de-terre.



3 comentários em “Pas besoin de pomme-de-terre

  1. joana

    ai! que feliz!
    é assim que me sinto por um pratinho da minha modesta cozinha ter inspirado você a fazer essa maravilha! =)

    beijos!

    Obrigada pela inspiração, querida, sua cozinha é muito aconchegante! ;***

    Responder
  2. Angie

    Nunca pensei em colocar vinho branco no purê de maças, que delícia! Vou experimentar :-)
    Beijos, e boa semana pra você,
    Angie

    Angie, experimenta sim, depois me conta o que achou. Fica muito bom também no caldo de legumes caseiro, com cenouras, aipo, cebolas, louro, salsa, ervinhas frescas e grãos de pimenta. Um beijo e ótima semana pra você também ;***

    Responder
  3. Fafah

    J’ai perdu le DO , le RE, le MI, le FA, le SOL,le LA….. de ma clarinete
    Upá camará, upá camará, upá upá upá!!!!!! (tenho a musiquinha na cabeça tambem!!!!!) , agora essa “dupla” aí, purê e bisteca é imbatível né não!
    bj Fer

    Hahaha, isso mesmo! Musiquinha chiclezenta, agora voltou ‘de com força’ :D

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.




Arquivos

Post aleatório

Quadradinhos de Limão

Newsletter

Assine para receber no seu e-mail